Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Doenças do Fígado

por Laboratórios Germano de Sousa, em 01.12.14

 

O estudo do fígado através da medição das enzimas

 

O fígado é o segundo maior órgão do corpo humano, desempenhando funções de glândula exócrina, ao expelir secreções num sistema de canais na superfície externa e de glândula endócrina, ao libertar substâncias no sangue.

São inúmeras as doenças hepáticas. A maioria apresenta sintomas iniciais ligeiros e por vezes o doente procura aconselhamento médico quando a função do órgão já se encontra bastante debilitada. A origem destas fragilidades pode estar relacionada com vírus, substâncias químicas, agressão do próprio organismo, acumulação de substâncias provenientes do metabolismo e tumores. As infeções virais que geralmente afetam o fígado são a Hepatite A, B e C e a principal substância química é geralmente o álcool.

No fígado ocorrem mais de 500 reações químicas diferentes, nas quais surgem enzinas hepáticas específicas. No diagnóstico das doenças do fígado, os médicos recorrem aos testes de função hepática, ou seja, diversas avaliações laboratoriais bioquímicas, responsáveis pela medição das enzimas hepáticas e realizadas para fornecer informação sobre o estado do fígado do paciente. Os testes hepáticos são realizados através de uma amostra de sangue do paciente. Um painel hepático típico de testes inclui:

 

  • Gamaglutamiltransferase (GGT)
  • Aspartato aminotransferase (AST)ou Transaminase Glutâmica-oxaloacética (GOT)
  • Alanina aminotransferase (ALAT) ou Transaminase Glutâmica-pirúvica (GPT)
  • Fosfatase alcalina (ALP)
  • Bilirrubina
  • Proteína, albumina
  • Tempo de Protrombina

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:27



Número Verde

800 209 498


Traduzir


Médico Responsável:Dr. José Germano de Sousa

germano Nasceu em Lisboa em 1972. É Médico pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa desde 1997. Fez os seus Internatos no Hospital dos Capuchos (Internato Geral) e no Hospital Fernando Fonseca (Internato da Especialidade). É especialista em Patologia Clínica pela Ordem dos Médicos desde 2001 e é atualmente Assistente Graduado de Patologia Clínica do Serviço Patologia Clínica do Hospital Fernando Fonseca (Amadora Sintra) onde é o chefe da secção de Biologia Molecular Possui uma pós Graduação em Gestão de Unidades de Saúde pela Universidade Católica Portuguesa. Foi Assistente de Patologia Geral e de Semiótica Laboratorial nos Cursos de Técnicos de Análises Clínicas e Curso de Médicos Dentistas do Instituto Egas Moniz.Exerce desde 2001 a sua atividade privada, sendo desde Julho de 2004 responsável pela gestão dos Laboratórios Cuf e Clínicas Cuf para a área de Patologia Clínica. Tem várias comunicações e publicações sobre assuntos da sua especialidade


Envie a sua questão

laboratoriosgermanodesousa@sapo.pt

Contactos Laboratório Central

Site:
www.germanodesousa.com

Morada:
Pólo Tecnológico de Lisboa
Rua Cupertino de Miranda, 9 - lote 8
1600-513 Lisboa, Portugal

Marcações:
Tel.: 212 693 530 /531 /532 /533
Email: contact@cm-lab.com

Horário de Funcionamento:
Dias úteis 7h30 às 20h00
Sábados 8h00 às 14h00

Horário de Colheita:
Dias úteis 7h30 - 20h00
Sábados 8h00 às 14h00